14.4 C
Pinhel
11 Maio, 2022
Início Blog Página 3

Pulseira eletrónica para suspeito de violência doméstica em Trancoso

Foto: Google

Um homem de 57 anos ficou sujeito a pulseira eletrónica depois de ser detido por suspeita de exercer violência física, verbal e psicológica sobre a esposa, no concelho de Trancoso, anunciou hoje a GNR.

Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, o homem foi detido no domingo, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), com o apoio do Posto Territorial de Trancoso.

“No âmbito de um processo de violência doméstica, foi possível constatar-se que o suspeito exercia violência física, verbal e psicológica contra a vítima, a sua esposa, de 48 anos, chegando mesmo a efetuar ameaças de morte”, adiantou a GNR, em comunicado.

De acordo com a nota, “devido à possibilidade de agravamento dos episódios de violência, foi dado cumprimento a um mandado de detenção, culminando na detenção do agressor”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório, no Tribunal Judicial de Trancoso, que lhe aplicou “a medida de coação de proibição de contactos com a vítima, controlado por pulseira eletrónica”.

O homem ficou ainda sujeito a “afastamento da residência que partilhava” com a vítima e a “apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência”.

Recolha para ajuda humanitária “Juntos pela Ucrânia” na Guarda

A Federação Nacional dos Estudos Europeus (FNEE), em parceria com as empresas transportadoras Transportes Pascoal e TMP Transport promovem entre os dias 2 e 8 de Março, no distrito da Guarda, uma recolha solidária de alguns materiais para encher um camião de ajuda humanitária à Ucrânia que terá como destino os Campos de Refugiados nas fronteiras Ucranianas, e os abrigos de guerra dentro da Ucrânia.

A organização solicita que sejam entregues bens de primeiros socorro e de higiene, comida ou roupa.

A recolha de bens será feita em todos os quartéis de bombeiros do distrito da Guarda, ou seja, devem entregar os bens nos bombeiros voluntários da sua localidade, caso “os donativos tenham mais de 300 quilos devem entregar nos Bombeiros Voluntários da Guarda” esclarece a organização.

 

Combustíveis podem aumentar oito cêntimos na próxima semana

Os preços dos combustíveis devem aumentar em Portugal cerca de oito cêntimos, na próxima semana.

A informação foi avançada à Renascença por fontes do setor.

O aumento de oito cêntimos nos combustíveis é um dos primeiros efeitos significativos, para Portugal, da invasão russa da Ucrânia, ordenada pelo Presidente russo, Vladimir Putin.

O preço do barril de Brent, que serve de referência para a Europa, estava esta quarta-feira à tarde a ser transacionado a cerca de 112 dólares por barril.

Os preços do petróleo da OPEP subiram para 103,89 dólares por barril na terça-feira, mais 4,7% (4,67 dólares) que o valor do dia anterior (99,22 dólares), anunciou esta quarta-feira o grupo petrolífero baseado em Viena.

O preço médio da Gasolina Simples 95 registado na terça-feira, 1 de março, foi de 1,834 euros e o Gasóleo Simples de 1,676 euros, indica a Direção-Geral de Energia.

Fonte: RR

Ultimam-se pormenores em Pinhel para acolher a 27ª edição da Feira das Tradições e Atividades Económicas dedicada ao “Melhor de Pinhel”.

A 27ª edição da Feira das Tradições e Atividades Económicas de Pinhel conta com um vasto programa de atividades e um cartaz que inclui nomes como Tony Carreira, Mickael Carreira e David Carreira (juntos em palco), os irmãos Calema, os PutzGrilla e o DJ Mastiksoul, entre muitos outros.

É esperada a participação de cerca de 200 expositores distribuídos por espaços amplos e diferenciados: Freguesias do Concelho de Pinhel, representações institucionais de Portugal e Espanha, Saberes e Sabores, Atividades Económicas e, finalmente, a área das Tasquinhas, com restaurantes e bares, onde também decorrem os espetáculos.

A 27ª Feira das Tradições e Atividades Económicas abrirá portas às 17h00, no Centro Logístico de Pinhel, seguindo-se a inauguração oficial. O fim de semana prolonga-se com um vasto programa de animação musical com espetáculos de vários géneros, desde música tradicional a sonoridades mais contemporâneas, destacando-se os concertos de grupos locais mas também de bandas e artistas reconhecidos a nível nacional e internacional.

O acesso aos três dias do evento tem um bilhete único de 5 euros.

PJ deteve homem em Manteigas por suspeita de crime de pornografia de menores

A Polícia Judiciária da Guarda, identificou e deteve um homem, com 31 anos de idade, indiciado pela prática, “reiterada, pelo menos ao longo de vários meses, de vários crimes de posse e partilha de ficheiros de vídeo e também fotográficos, contendo material pornográfico envolvendo menores de 14 anos de idade, alguns dos quais manifestamente com poucos anos de vida, muito abaixo desta mesma idade”, disse esta quarta-feira a PJ em comunicado.

“Os ficheiros e restante material probatório, foram apreendidos na sequência de uma busca domiciliária realizada em 21.02.2022, na localidade de Manteigas, no âmbito de investigação criminal instaurada por alerta do Nacional Center for Missing & Exploited Children (NCMEC)”, acrescenta a fonte.

Segundo a PJ “das várias diligências de investigação, foi possível apurar que o arguido acedeu a diversos sítios na Internet, contendo pornografia de menores, importando os respetivos conteúdos, via download, alguns dos quais seguidamente também chegou a partilhar no espaço virtual, fazendo uploads de imagens de cariz sexual com menores de muito tenra idade”.

Presente às autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório judicial, o detido ficou com medidas de coação de obrigação de permanência na habitação, com sujeição a pulseira eletrónica e proibição de acesso à internet.

Câmara de Mêda pondera encher reservatórios de água com recurso a autotanques

Mais de 90% do território estava a 15 de fevereiro em seca severa ou extrema, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que indica um novo agravamento da situação de seca meteorológica no país.

O último boletim de seca, hoje divulgado e que reporta a 15 de fevereiro, indica valores de percentagem de água no solo inferiores ao normal em todo o território, com as regiões Nordeste e Sul a atingirem valores inferiores a 20%, com “muitos locais a atingirem o ponto de emurchecimento permanente”.

O documento, que destaca a região Sul e alguns locais dos distritos de Bragança e Castelo Branco, aponta para 38,6% do território em seca extrema (11,5% no final de janeiro), 52,2% em seca severa (34,2% no final de janeiro) e 9,2% em seca moderada.

“O grau de severidade da seca meteorológica a 15 de fevereiro de 2022 é superior ao que se verificava em 2018 e em 2005, com uma percentagem superior nas classes de seca severa e extrema e que corresponde a cerca de 91 % do território”, refere o IPMA.

O instituto diz ainda que até ao final de fevereiro não se prevê a ocorrência de precipitação significativa em todo o território e que, em relação à temperatura do ar, a tendência será “para valores superiores ao normal para todo o território, em especial para a região interior Centro e Sul”.

Perante este cenário, e por causa das dificuldades já sentidas, a Câmara de Mêda, juntamente com as autarquias vizinhas, de São João da Pesqueira, Vila Nova de Foz Côa e Tabuaço definiram um Plano de Ação para Gestão Eficiente do Abastecimento de Água a partir do Subsistema de Ranhados, para “dar resposta urgente à situação de seca que se vive nos quatro municípios, servidos pela albufeira de Ranhados e que, neste momento, apresenta volumes abaixo da média para esta altura do ano”.

Segundo o autarca “a situação é grave” e realça que “é preciso que as pessoas tenham consciência” disso. Em cima da mesa está a possibilidade de os reservatórios do concelho poderem vir a ser abastecidos por autotanques. “Poderemos ter que vir a encher os nossos reservatórios com recurso a autotanques, para mitigar esta situação”, disse João Mourato.

O edil revelou que os níveis de água da Barragem de Ranhados estão muito baixos e que o abastecimento público pode estar em causa. “A nossa albufeira de Ranhados está quase no fundo, é preciso as pessoas terem noção disso”.

“Desta reunião saiu a decisão conjunta de se avançar com várias medidas de mitigação, sendo a primeira uma campanha de sensibilização para a poupança e uso eficiente da água, nos quatro municípios em simultâneo”, refere o comunicado enviado à Rádio.

No mesmo comunicado lê-se que os quatro municípios tomaram, em conjunto, as decisões de “interromper, no imediato”, as regas de jardins públicos com água potável (substituindo sempre que possível com água reciclada ou outras alternativas), a disponibilização de água nos chafarizes públicos e os consumos de água associados a fontes e fontanários públicos.

Decidiram, ainda, promover ações de sensibilização ambiental de técnicos e da comunidade escolar.

Já não é preciso apresentar teste negativo ou certificado de vacinação para entrar na Feira das Tradições

A câmara de Pinhel atualizou as condições de acesso à Feira das Tradições. Para aceder ao certame, que vai decorrer no fim de semana, dias 25,26 e 27 de fevereiro, é apenas obrigatório o uso de máscara.

A autarquia deixa cair a exigência de teste negativo e certificado devido ao alívio de restrições, em vigor desde o fim de semana.

Assim, as medidas de segurança passam sobretudo pela criação de circuitos de circulação, disponibilização de vários pontos de higienização das mãos e obrigatoriedade do uso de máscara.

Lítio: Municípios da Cova da Beira prometem agir juridicamente em defesa das populações

A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB), que agrega 13 autarquias da Beira Interior, afirma que “tudo fará”, em termos jurídicos e técnicos, para que os direitos das populações sejam respeitados no processo de prospeção de lítio. Este anúncio foi feito em comunicado enviado à Rádio.

A posição desta associação, que é atualmente liderada pelo presidente da Câmara de Pinhel (Rui Ventura), surge depois de, na quarta-feira, o Conselho Diretivo e a Assembleia Intermunicipal da AMCB terem reunido e analisado a questão do programa de prospeção de lítio, cuja Avaliação Ambiental Estratégica viabilizou a prospeção em seis zonas do país, que abrangem vários concelhos da Beira Interior.

No âmbito deste processo, a AMCB emitiu um comunicado em que enumera vários pontos, salientado que se trata de uma posição “unânime e inequívoca” e na qual começa por “propor outra definição do modelo e da forma como tem sido conduzido o processo”.

Aquela entidade também alerta para “a necessidade imperativa da existência de futuro diálogo, concertação estratégica e auscultação dos mesmos por parte do Ministério do Ambiente e Ação Climática”.

Além disso, manifesta “a sua total estranheza quanto ao tempo e modo como o processo está a ser conduzido” e reitera que em alguns concelhos daquela região a área abrangida representa perto de 40% da área total do concelho.

“Daí que a localização da área de prospeção e exploração de lítio nesses mesmos concelhos deva ser equacionada conjuntamente com os mesmos [municípios], no sentido de minimizar o impacto ambiental, económico, turístico e social para o território, bem como, definir as regras e modelos de atuação em sede de eventual operacionalização”, sustenta.

A AMCB também aponta a sua “total incompreensão” pela “situação atual de indefinição e ambiguidade da aplicabilidade dos pareceres legais emitidos pelos municípios”, reivindicando que estes sejam vinculativos.

“A prospeção e exploração de lítio nos municípios da AMCB poderá ser considerada como uma oportunidade económica e financeira para o território. Contudo deverá ser criada uma fileira desta atividade nos municípios da AMCB, por forma a criar valor em toda a cadeia de exploração e transformação do lítio, com reflexo na economia local e regional, o que pressupõe uma identificação das vantagens e desvantagens das mesmas”, acrescenta.

 

Saiba quais foram as medidas aliviadas no âmbito da pandemia. Governo prevê regresso à normalidade dentro de cinco semanas

O Governo prevê que poderá levantar todas as restrições no âmbito da pandemia da Covid-19 dentro de cerca de cinco semanas.

Em conferência de imprensa de atualização das medidas de contenção da pandemia, esta quinta-feira, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, revelou o prazo avançado pelos peritos para um possível regresso de Portugal à normalidade.

O teletrabalho deixa de ser recomendado e só os casos positivos é que têm obrigatoriedade de ficar em isolamento, os contactos considerados de alto risco deixar de ter de ficar em isolamento.

O Governo decidiu ainda acabar com a apresentação de certificado digital, salvo no controlo de fronteiras.

O teste negativo também deixa de ser exigido para acesso a grandes eventos, recintos desportivos, bares e discotecas, permanecendo a ser necessário para visita a lares e unidades de saúde, salvo tenha certificado de recuperação ou dose de reforço da vacina.

Termina também a limitação de clientes no interior de espaços comerciais.

O uso da máscara não sofre alteração, continuar a ser obrigatório nos locais onde atualmente ainda é exigido, nomeadamente, nas salas de aula, nas salas de espetáculo ou nos recintos desportivos ao ar livre.

O alívio das medidas só entra em vigor depois de ser aprovadas pelo Presidente da República.

Fiscalização da GNR a veículos pesados resulta em mais de 2.800 contraordenações

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre os dias 7 e 13 de fevereiro, intensificou a fiscalização aos veículos pesados, com especial incidência no cumprimento das normas inerentes aos tempos de condução e repouso, orientando as ações de fiscalização para as vias mais críticas à sua responsabilidade e onde se verifica um maior volume de tráfego deste tipo de veículos, de modo a promover a segurança rodoviária e a diminuição do risco de ocorrência de acidentes de viação.

Desta forma, os militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito que diariamente estiveram empenhados no patrulhamento rodoviário fiscalizaram 3 606 condutores de veículos pesados, registando 2 809 contraordenações, destacando-se:

  • 879 relacionadas com tacógrafos;
  • 428 por excesso de peso;
  • 129 excessos de velocidade;
  • 18 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

 

 

Publicações Recentes