Início Blog Página 3

Pinhel – Vem aí mais uma Feira das Tradições. A edição 29 tem o “melhor cartaz de sempre”.

0

A Câmara Municipal de Pinhel vai organizar no fim de semana de Carnaval a 29.ª Feira das Tradições e Atividades Económicas para promover o concelho, com 200 expositores e com o “melhor cartaz de sempre”.

É uma oportunidade para dar a conhecer melhor Pinhel e uma oportunidade para os pinhelenses se darem a conhecer”, realçou Rui Ventura, presidente da Câmara Municipal de Pinhel, esta tarde, durante a apresentação do certame este ano dedicado ao tema “Água e Sustentabilidade: Um desafio para todos”.

O certame realiza-se no Centro Logístico de Pinhel nos dias 09, 10 e 11 de fevereiro, tendo por base as artes e os ofícios e os saberes e sabores locais e regionais. Participam 200 expositores, incluindo todas as juntas de freguesia do concelho, representações institucionais, atividades económicas. Haverá também tasquinhas, com restaurantes e bares e um cartaz de espetáculos.

O presidente da Câmara de Pinhel considera que “a Feira das Tradições é uma marca de referência da Beira Interior e seja qual for o momento em que aconteça tem sempre multidões. É o maior evento da cidade de Pinhel”.

No ano passado o evento registou cerca de 60 mil visitantes, uma fasquia o autarca acredita que irá ser ultrapassado na edição de 2024. “Com o programa que temos, vamos ter seguramente mais gente. Mas não é ponto de honra que isso aconteça. É mais ponto de honra que as coisas corram bem”.

Rui Ventura destaca que a Feira tem “o melhor cartaz de sempre” porque o município apostou “na diversidade” indo de encontro a vários públicos e vários gostos.

O programa de concertos tem como cabeças de cartaz Rui Veloso (no dia 09), Golden Gypsies (09), Wet Bed Gang (10), DJ Kura (10), Quim Barreiros (11), Sangre Ibérico (11) e Nuno Ribeiro (11). O cartaz inclui tributos aos Queen e aos Pink Floyd, a banda espanhola R.A.Y.A., o grupo português Kapital e os DJs Kimono e Dei Santi.

Estarão ainda presentes formações locais como Banda Filarmónica de Pinhel e Academia de Música de Pinhel (com a participação da Universidade Sénior), Banda Filarmónica de Pínzio, Rancho Folclórico “A Flor do Campo”, de Souropires e os grupos de Concertinas da Casa do Povo de Pinhel, de Alverca da Beira/Bouça Cova, do Safurdão e de Vascoveiro.

No sábado dia 10 realiza-se um debate dedicado ao tema deste ano da Feira – “Água e Sustentabilidade: Um desafio para todos”.

O programa do certame inicia-se com o Desfile de Carnaval pela comunidade escolar, na sexta-feira, dia 09, pelas 14:30.

As entradas no recinto da Feira, que é formalmente inaugurada pelas 18:00, custam três euros nos dias 09 e 10. No dia 11 a entrada será gratuita.

O município disponibiliza pulseiras de acesso geral ao evento, pelo valor de seis euros, que podem ser adquiridas antecipadamente.

Candidatos pela Aliança Democrática na Guarda foram os primeiros a entregar a lista

0

Os candidatos da AD pelo círculo da Guarda entregaram na quinta-feira da semana passada a lista no tribunal da cidade mais alta. “Tratando-se de uma formalidade legal, este acto é também uma prova inequívoca da proactividade e capacidade de trabalho desta equipa, tendo sido a primeira a dar cumprimento a este requisito legal”, lê-se no comunicado enviado à rádio.

Aos jornalistas presentes, a cabeça de lista, Dulcineia Catarina Moura, referiu que está acompanhada de “uma equipa muito empenhada em contribuir para a mudança que o país e o distrito precisam”, “são, sobretudo, pessoas que vivem e sentem o distrito, que o conhecem bem e que vão trabalhar, porque acreditam convictamente que é necessário reverter todas as vulnerabilidades da governação socialista destes últimos anos no país”.

A lista integra ainda João Prata, deputado da AR e Presidente da Junta da Guarda; Luís Caetano, Professor e Vereador do PSD na Câmara Municipal de Seia; Cláudia Guedes, indicada pelo CDS-PP, professora na Guarda; Carlos André Baraças Fernandes, de Pinhel, estudante de Mestrado em Gestão; e Teresa Cardoso, independente e Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira. Gil Barreiros, médico, natural de Gouveia, o mandatário distrital da lista, o mandatário financeiro é o gestor Luís Figueiredo, natural da Mêda.

Acresce ainda referir que o Director Distrital de Campanha é Júlio Santos, Presidente da Concelhia do PSD da Guarda, tendo como assessor Diogo Crespo. Pelo CDS, Jorge Noémio assume o cargo de Director Adjunto desta AD.A acompanhar o acto formal de entrega da lista estiveram militantes e simpatizantes de ambas as estruturas partidárias.

 

Rui Ventura – “Pedi para não ser candidato”

0

Dulcineia Catarina Moura vai ser a cabeça de lista da AD (Aliança Democrática) pelo círculo da Guarda. João Prata é o segundo e Luís Caetano surge em terceiro na lista da AD na Guarda.

Rui Ventura, Presidente de Câmara de Pinhel, ainda foi apontado como cabeça de lista, mas o nome do autarca não faz parte da lista que ontem foi aprovada em conselho nacional do partido. À rádio, já disse que foi o próprio que se afastou, por não querer prejudicar o partido. “Fruto das circunstâncias, que eu já disse serem políticas, e não querendo de forma alguma prejudicar o meu partido, entendi que não deveria integrar as listas à Assembleia da República. Eu próprio pedi para não ser candidato, porque entendi que tudo o que o PSD menos precisa, neste momento, é ruído em torno das candidaturas, mas continuo a estar disponível para o partido, como sempre estive, para ajudar a ganhar eleições”, afirmou o social democrata.

Sobre o processo no qual é visado, Rui Ventura diz que a sua divulgação pública, neste momento, não foi ao acaso. “Eu tenho a minha leitura própria, o momento em que foi feito, acho que qualquer pessoa que tenha o mínimo de inteligência percebe isso. Eu estou tranquilo. Este é mais um processo, dos muitos em que já fui visado e foram arquivados e nunca foram divulgados. Porque será?” questiona Rui Ventura, criticando as denúncias anónimas, chamando-as de “cobardes” acrescentando que todas as queixas representam um custo acrescido para os cofres do município, uma vez que os eleitos locais, nos termos da lei, têm direito a defesa, que é paga pela autarquia.

Município de Pinhel inaugura Centro Intermodal e Avenida Professor Doutor José Joaquim Gomes Canotilho

0
Em fase de construção

No dia 21 de janeiro (domingo), pelas 15.00h, o Município de Pinhel vai inaugurar o Centro Intermodal com ponto de interface entre Parque TIR e Mobilidade Pedonal de Pinhel, a que o Executivo Municipal decidiu atribuir o nome de Centro Intermodal Ayuntamiento de Guijuelo. Neste mesmo dia, vai também ser inaugurada a nova via de acesso ao Centro Intermodal e daí ao centro da cidade, que terá a designação de Avenida Professor Doutor José Joaquim Gomes Canotilho.

A construção do Centro Intermodal com ponto de interface entre Parque TIR e Mobilidade Pedonal de Pinhel representa um investimento de cerca de um milhão e meio de euros, e segundo uma nota da autarquia “trata-se de uma obra que assenta na estratégia de requalificação urbana que a autarquia tem vindo a traçar para a cidade de Pinhel, incluindo a construção de uma nova avenida de acesso à cidade”.

Quanto ao Centro Intermodal, dispõe de 18 lugares para estacionamento de viaturas pesadas (TIR) e 20 para viaturas ligeiras, permitindo que dois ou mais meios de transporte rodoviário possam levar as mercadorias de origem ao seu destino, evitando que veículos de grandes dimensões circulem pela cidade e fiquem estacionados em bairros habitacionais.

Segundo a mesma nota, “este projeto assenta também no conceito da descarbonização que visa retirar trânsito automóvel dos centros urbanos e, desde modo, contribuir para a melhoria da qualidade do ar e, consequentemente, para a melhoria da qualidade de vida dos residentes”.

“Dada a importância deste investimento para Pinhel e tendo em conta os laços de amizade e cooperação, fortalecidos pelo acordo de geminação celebrado entre Pinhel e Guijuelo (Espanha), o Presidente da Câmara propôs ao Executivo Municipal a atribuição do nome de Centro Intermodal Ayuntamiento de Guijuelo a este novo equipamento, proposta aprovada por unanimidade a 4 de outubro”, lê-se também no documento.

Avenida Professor Doutor José Joaquim Gomes Canotilho

Na mesma reunião, o Executivo Municipal também aprovou a proposta de atribuição do nome do pinhelense José Joaquim Gomes Canotilho à nova avenida de acesso ao Centro Intermodal (e que fez parte desta mesma empreitada).

A avenida tem início junto à rotunda existente na confluência das Estradas Nacionais 221 (Guarda – Pinhel) e 324 (Pinhel – Almeida), acompanha a área do Centro Intermodal e vai até à Adega Cooperativa de Pinhel, podendo daqui seguir-se para o centro histórico da cidade.

Na defesa da proposta apresentada, o Presidente enalteceu o percurso de José Joaquim Gomes Canotilho, natural de Pinhel, onde nasceu a 15 de agosto de 1941.

“Licenciado e Doutor em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, onde é Professor Catedrático Jubilado, é desde há muito uma figura incontornável da história do Portugal Democrático”, referiu o autarca, sublinhando ainda “o seu caráter afável e humanista”.

“Não obstante a enorme projeção que a sua carreira académica e profissional lhe concedeu, a verdade é que o Professor Doutor Gomes Canotilho tem mantido ao longo da sua vida uma forte e próxima ligação a Pinhel”, pelo que se entende “ser da mais elementar justiça que a sua Cidade lhe possa prestar uma singela mas sentida homenagem, atribuindo o seu nome à nova via de acesso à cidade e que constituirá também o principal acesso à Adega Cooperativa de Pinhel (onde Gomes Canotilho foi Presidente da Mesa da Assembleia Geral)”, pode ler-se na proposta.

Foto – CMP

Ministério Público acusa presidente da Câmara de Pinhel de 31 crimes de peculato. Rui Ventura já reagiu e diz estar “inocente”.

0

O presidente da Câmara de Pinhel, Rui Ventura, foi acusado pelo Ministério Público (MP) da Guarda de 31 crimes de peculato. De acordo com o “Jornal de Notícias” desta terça-feira, em causa está a utilização do cartão de crédito e do carro da autarquia para usufruto pessoal.

Entre 2018 e 2020, o social-democrata terá usado o cartão de crédito da Câmara para pagar refeições, hotéis, eletrodomésticos e até uma assinatura da Netflix, descreve o JN. Além disso, terá utilizado o carro – um BMW que foi comprado por adjudicação direta – para ir a congressos do PSD e a jogos do Benfica, por exemplo. «Não obstante o arguido estar ciente de que só poderia usar a referida viatura quando estivesse ao serviço da autarquia de Pinhel, utilizou a mesma em inúmeras ocasiões para satisfação de interesses exclusivamente pessoais», refere a acusação do MP, citada pelo diário.

Rui Ventura já reagiu a esta notícia, e diz que “as imputações que constam na peça jornalística fazem parte de um processo judicial sobre o qual nunca foi ouvido, nem teve oportunidade e rebater.” O autarca refuta “a utilização da viatura do município para fins pessoais, bem como do cartão de crédito para pagar despesas que não estejam relacionadas com as funções de presidente de câmara”, e esclarece que “as compras descritas como eletrodomésticos se trata de aquisição de equipamento (computadores, televisores e câmaras de vídeo) para a realização de reuniões de trabalho, entre elas de câmara de assembleia municipal, aquando da pandemia”.

Rui Ventura diz, no direito de resposta, “contestar ponto por ponto os atos e comportamentos” que lhe são imputados, e acrescenta que “confia na justiça”. Afirma ainda que “esta notícia é motivada pelo contexto eleitoral, estando o seu nome a ser usado injustamente para atingir fins partidários”.

Rui Veloso, Nuno Ribeiro e Quim Barreiros na Feira das Tradições

0

Estão revelados os cabeças de cartaz da edição da 29ª Feira das Tradições e Atividades Económicas. A autarquia tem vindo a revelar os nomes que compõem o cartaz musical e, depois de ter anunciado Nuno Ribeiro para a noite de 10 de fevereiro e Quim Barreiros para dia 11, no dia de Natal revelou o terceiro grande nome musical do Cartaz. Trata-se de Rui Veloso que vai subir ao palco dia 9 de fevereiro.

“O Melhor cartaz de sempre”, inclui ainda nomes como Golden Gypsies, Kind of Magic – Queen Tribute, Wet Bed Gang, DJ Kimono, Sangre Ibérico e DJ Dei Santi, e outros nomes ainda por revelar.

Câmara de Pinhel aprovou orçamento de 24,5 milhões de euros para 2024

0

Na reunião de câmara desta segunda-feira, o Executivo Municipal de Pinhel aprovou o Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2024.

Ao apresentar os documentos aos vereadores, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, começou por dizer que “este orçamento é o mais baixo dos últimos anos”, acrescentando que é também “o mais rigoroso possível”.

Ainda assim, são vários os projetos estruturantes que integram as Grandes Opções para 2024 e que ficam apenas a aguardar oportunidade de candidatura aos programas comunitários que venham a surgir.

Rui Ventura sublinhou a importância de alguns investimentos, nomeadamente a aquisição de autocarros elétricos que permitam ao Município assegurar os transportes escolares, assim como a Estratégia Local de Habitação que prevê a aquisição e recuperação de edifícios a custos controlados para arrendamento. Ao todo, a autarquia prevê ficar com 49 fogos / habitações, num investimento que ronda os 5 milhões de euros.

Quanto aos eventos, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel disse que 2024 será marcado pelo regresso da Feira Medieval, mantendo-se os restantes “grandes eventos” que, ainda assim, serão realizados com alguma contenção, nomeadamente em termos logísticos.

Apresentadas e discutidas as Grandes Opções que estiveram na base da elaboração do Orçamento para 2024, na ordem dos 24,5 milhões de euros, o documento foi aprovado por maioria pelo Executivo Municipal, devendo agora ser sujeito a análise e votação por parte da Assembleia Municipal de Pinhel.

Rádio Elmo com CM Pinhel

Câmara de Mêda já apresentou nova Área de Acolhimento Empresarial

0

A câmara de Mêda apresentou, no fim-de-semana, no âmbito da Expo Mêda, a Área de Acolhimento Empresarial – Mêda Park. Um projeto com 16 hectares de terreno totalmente infraestruturado e um total de área de construção que ronda os 65 mil e 500 m2 e próximo das principais artérias de deslocação do concelho, através da EN331, via com ligação ao IP2.

Este é um projeto que já vinha do mandato anterior, de Anselmo Sousa, mas pela “importância que representa para o concelho” João Mourato, atual presidente de câmara, disse que “não poderia deixar de lhe dar seguimento”.

César Figueiredo, Vice-Presidente da autarquia de considera que “o Mêda Park é um projeto estruturante para o concelho, sendo oportunidade para todos os empreendedores da Mêda, para todos os que querem investir na Mêda”. O autarca diz acreditar que “o investimento e a criação de riqueza vão atrair serviços e que não se vai voltar a ouvir falar em falta de educação, de justiça e de saúde. Porque se nós crescermos esses serviços mantêm-se”, afirmou.

Já Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, considerou que esta Área de Acolhimento Empresarial vai estimular a ambição dos empresários medenses.

Juntamente com o Mêda Park foi anunciada a criação de duas estruturas de apoio aos empresários. O Mêda Investe, “uma estrutura adjacente ao Mêda Park que tem como objetivos receber os potenciais empresários que revelem vontade de se instalar no Mêda Park, viabilizando todas as informações necessárias, apoiar os empreendedores, potenciais e já instalados, prestar serviços de consultadoria, formação, orçamentação e fornecer condições para a apresentação de projetos e organização de reuniões e meetings” e o Mêda Connect, “ um o gabinete que presta os serviços de ligação aos diversos empreendedores, nacionais e estrangeiros, apoiando-os na deteção de oportunidades de negócio, apoio ao recrutamento, apoio comercial, apoio logístico ou apoio a presenças em feiras e eventos da especialidade”. A ministra falou num “triangulo com diferentes dimensões que é uma mais valia para os empresários”.

Nesta primeira fase o Mêda Park tem capacidade para 10 + 6 lotes, mas a autarquia tem já pensadas mais duas fases , de forma a alargar a Área de Acolhimento Empresarial até um máximo de 23 lotes.

“Censos Sénior” – Guarda é o distrito que tem mais idosos a viver sós ou isolados

0

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 44.114 idosos a viver sozinhos ou isolados em todo o país, em outubro de 2023, menos 411 do que na operação “Censos Sénior” realizada em 2022.

Em comunicado, a GNR adianta que o maior número de idosos identificados a viver sozinhos ou isolados foi no distrito da Guarda (5.477), seguido de Vila Real (5.360), Viseu (3.528), Faro (3.513), Bragança (3.347) e Beja (3.230). Em Lisboa foram identificados 1.118idosos a viver sozinhos e isolados e no Porto 826.

A GNR explica que durante o mês de outubro de 2023, em todo o território nacional, realizou mais uma edição da Operação “Censos Sénior” no âmbito do policiamento comunitário, que visa garantir um conjunto de ações de patrulhamento e de sensibilização à população mais idosa, com o objetivo de sensibilizar para comportamentos de autoproteção de segurança e reforçar o sentimento de segurança.

“Durante a operação, os militares realizaram uma série de ações que privilegiaram o contacto pessoal com as pessoas idosas em situação vulnerável, no sentido de sensibilizarem e alertarem este público-alvo para a adoção de comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, nomeadamente em situações de violência, de burla e furto”, lê-se no documento.

De acordo com a GNR, na edição de 2023 da Operação “Censos Sénior”, foram realizadas 304 ações em sala e 2.651 ações porta a porta, abrangendo um total de 24. 978 idosos.

Desde 2011, ano em que foi realizada a primeira edição da Operação “Censos Sénior”, a Guarda tem vindo a atualizar a sinalização geográfica, “proporcionando assim um apoio mais próximo à nossa população idosa, o que certamente contribui, por um lado, para a criação de um clima de maior confiança e de empatia entre os idosos e os militares da GNR e, por outro, para o aumento do seu sentimento de segurança”, assinala a força de segurança.

“Beira Interior – Vinhos e Sabores” nos dias 17,18 e 19 de novembro, em Pinhel

0

Os vinhos e os produtos da beira interior voltam a juntar-se, no Centro Logístico em Pinhel, em mais um certame “Beira Interior – Vinhos e Sabores”. Como em edições anteriores, o certame organizado pela Câmara de Pinhel e pela CVRBI, vai decorrer no 3º fim de semana de novembro, este ano nos dias 17,18 e 19 de novembro. Outra semelhança com edições anteriores é o número de expositores que deve rondar os 50, “um número que até pode vir a aumentar em próximas edições”, segundo Rui Ventura, presidente de câmara de Pinhel. “O objetivo do “Beira Interior Vinhos & Sabores” é promover a nossa região e os produtos de excelência aqui produzidos”, disse ainda o autarca pinhelense.

Rodolfo Queirós, presidente da CVRBI, disse aos jornalistas que “está com boas expectativas” destacou a realização do seminário dedicado à comercialização dos vinhos, afirmando que «os produtores da região têm que ter mais presença nas grandes superfícies, nos restaurantes e nas lojas especializadas para chegar a cada vez mais gente».

Já Manuel Almeida Garret disse que “este tipo de iniciativas contribuem para a afirmação da região, tanto no setor dos vinhos como nos produtos e da gastronomia local”.

O Beira Interior – Vinhos & Sabores é um certame dedicado aos Vinhos e Sabores da Beira Interior, área que abrange 20 concelhos dos distritos da Guarda e de Castelo Branco, e conta com um programa recheado que inclui um seminário, que este ano vai decorrer na tarde de sábado, provas de vinhos, um concurso de vinhos, showcookings e animação musical.

A primeira edição remonta a 2015 e, desde então, o evento realiza-se anualmente no terceiro fim de semana de novembro. Este ano será nos dias 17, 18 e 19.

Publicações Recentes